Estava trabalhando em projeto com o @Joe e como estavamos em lugares diferentes tinhamos que sincronizar nosso trabalho assim sempre que terminassemos um feature simples como uma página, um layout ou qualquer coisa simples mas funcional nós mandamos para o servidor e o outro poderia pegar as atualizações e seguir com seus próprios códigos.

Para que possamos fazer isso é necessário que nossos códigos estejam sob um servidor de arquivos que faz esse controle de versionamento e outras coisas.

Esse servidor é conhecido como subversion ( http://subversion.tigris.org/ ) ele nos dá inúmeras possibilidades como adicionar arquivos, remover arquivos, sincronizar, verificar updates, avançar para novas versões, retroceder para versões anteriores de arquivos e outras coisas mais.  Assim não precisamos ficar fazendo os malditos .old, .old1, .old2, .old3.

Depois dessa micro historinha vamos aos codigos.

Para fazermos o download de um projeto para trabalharmos teremos que ter um usuário e senha cadastrados junto ao servidor isso quem tem de fazer é o administrador do projeto.

Considerando que você tenha um usuário e senha valido no servidor vamos listar as pastas e arquivos do projeto.

# Lista a raiz do projeto
svn list svn://url/servidor
# Lista a pasta path do projeto
svn list svn://url/servidor/path

Seria básicamente um ls no servidor svn.

Agora vamos fazer o download ou melhor o checkout do projeto para nossa máquina para começarmos os trabalhos, afinal tempo é dinheiro.

#fazendo o download da pasta path para uma url local
svn co svn://url/servidor/path /url/onde/ficara/projeto

Caso você não esteja logado vai ser requisitado a senha e o usuário que você esta usando no momento na maquina local vai ser
passado como parametro para o checkout no servidor svn

Caso você tenha outro usuário cadastrado no servidor svn você pode passar esse usário como parâmetro.

svn --username outroUsuario co svn://url/servidor/path /url/onde/ficara/projeto

A cada novo commit (envio de codigos para o servidor svn) será criado um novo número de controle de versão (revision).  Pensando que poderiamos mandar um código incorreto(bugado) para o servidor e um companheiro queira pegar  uma versão anterior ou seja a ultima versão correta do projeto pois você ou alguém mandou um código bugado.
Vamos pedir ao servidor informações sobre o projeto para sabermos o número da última revisão.

#Descobrindo informações sobre o projeto
# o que interessa neste momento e saber qual o numero de revision
svn info svn://url/servidor/path
#Visto o numero da ultima revisão podemos escolher qualquer versão anterior a essa passando o -r no checkout
svn --username outroUsuario -r numerorevisao co svn://url/servidor/path /url/onde/ficara/projeto

Pronto temos os códigos todos em nossa máquina agora mãos a obra vamos trabalhar com codificação.

Quando terminarmos vamos precisar mandar nossa modificações para o servidor, para isso temos um comando bem bacana e simples.

#Voce pode commitar uma pasta inteira ou  um arquivo você escolhe
svn commit -m "Seu comentário ou justificativa para as mudanças do codigo isso vai para o log do commit"  /path/a/ser/commitado /path/arquivo/commitar

Podemos verificar todos os arquivos que estão modificados em seu computador e no servidor.

svn status -u path/a/ser/verificado

Com alguma frequência dois desenvolvedores modificam o mesmo arquivo quando isso acontecer o arquivo vai ser marcado como conflict
Para ver as diferenças é possivel fazer um

 svn diff  arquivoNovo arquivoVelho

Depois de ter corrigidos todos os erros basta marcar esse arquivo como resolvido.

 svn resolv  arquivoNovo

Logo

 svn resolved  arquivoNovo

Para depois fazer seu commit corretamente, agora como você vai resolver os conflitos do arquivo…. isso é com você …

E por ultimo e não menos importante podemos ver o commit das pessoas envolvidas no projeto além de seus comentários e arquivos modificados.

#Pegando a saida do log e redirecionando para o less caso seja muito grande esse log.
svn log | less

E para uma leitura completa do log escolha um revision r visto no log visualizado anteriormente.

svn -r  -v  log

Atenção a dicas básicas, nunca apague fisicamente um arquivo com nosso amigo rm, utilize

svn del /path/arquivo
#ou
svn rm /path/arquivo

#ou para pasta com recursividade
svn rm -r /path/past

E para adicição de arquivos ao projeto.

svn add /path/arquivo

#ou para pasta //Nao testado 🙁 

svn add -r /path/pasta

Acredito que com esses comandos básicos já de para se divertir a vontade com o subversion, aconselho sempre usar um servidor de controle de versão. Existem outros como o CVS, GIT dentre outros mais esses ainda não experimentei , quando o fizer posto aqui alguma coisa.

Abraços

Dinei